O Duolingo é o aplicativo de educação mais baixado do mundo, então é natural que as pessoas tenham curiosidade sobre como ele é feito. É necessário muito trabalho para oferecer aprendizado grátis, divertido e eficaz a pessoas de todo o planeta. Aqui estão as respostas para algumas das dúvidas mais comuns sobre o aplicativo e os nossos cursos. Continue a ler para descobrir um pouco dos bastidores e do que pensamos sobre aprendizagem e ensino de idiomas.

As perguntas mais frequentes que recebemos:

A coruja Duo em frente a uma lousa com algo escrito e ilegível

É possível ficar fluente com o Duolingo?

Pesquisas mostram que o Duolingo é uma forma eficaz de aprender um idioma! Mas a verdade é que nenhum curso, aplicativo, método ou livro vai, sozinho, fazer você atingir todos os seus objetivos linguísticos. Em vez de medir a “fluência”, um conceito vago evitado por especialistas e educadores, nós avaliamos quatro habilidades: fala, escrita, leitura e escuta. Pessoas que completaram o conteúdo para iniciantes nos nossos cursos de espanhol e francês tiveram pontuações em leitura e escuta comparáveis às de pessoas que estudaram essas línguas por quatro semestres em universidades! Quem usa o Duolingo também tem bons resultados na aquisição da fala em outro idioma, já que em outra pesquisa metade dos participantes atingiu ou ultrapassou a meta de pontuação nessa habilidade. E não paramos por aí! Continuamos a avaliar os nossos métodos de ensino e a sua eficácia em todos os níveis de aprendizado.

Também levamos em conta os objetivos e necessidades das pessoas nos diferentes níveis de proficiência com a ajuda do CEFR, um padrão internacional, como guia. Combinamos as habilidades linguísticas aos níveis de proficiência para criar um conjunto de ferramentas gratuitas. Por exemplo, as nossas lições de áudio fazem iniciantes praticarem a fala e a escuta em situações da vida real, as histórias trabalham a leitura e escuta em todos os níveis com diálogos, e o nosso premiado podcast ensina a alunos de nível intermediário sobre cultura e língua falada ao redor do mundo.

Os cursos do Duolingo são desenvolvidos por pessoas de carne e osso?

Sim! As pessoas que desenvolvem os nossos currículos e as suas equipes de criadores de conteúdo incluem especialistas em ensino, linguistas e falantes nativos dos idiomas – e muitas dessas pessoas são as três coisas ao mesmo tempo! Para criar um curso do zero, é necessário organizar com cuidado as metas de comunicação para diferentes níveis de proficiência e depois escrever milhares de frases para ensinar palavras e conceitos gramaticais bem específicos em cada unidade. Os nossos cursos mais longos, como o de inglês para falantes de português ou os de espanhol e francês para falantes de inglês, contam com dezenas de milhares de expressões e frases para ensinar até o nível B2 na escala do CEFR!

Nós usamos inteligência artificial, sim, de outras formas, para incrementar o aprendizado! Combinamos essa expertise da sala de aula com a tecnologia de aprendizado de máquina para personalizar as nossas lições. Em vez de receber o mesmo curso que todo mundo, cada pessoa vê os exercícios em uma ordem única, selecionada apenas para ela! O nosso algoritmo estuda as respostas de cada pessoa para entender que conteúdo ela já aprendeu e no que ainda tem dificuldade; a partir disso, adapta os próximos exercícios para obter o máximo de eficácia. São apresentados exercícios levemente mais difíceis para o que a pessoa sabe bem, e exercícios mais básicos para tópicos mais desafiadores.

Também utilizamos o aprendizado de máquina para nos ajudar a definir prioridades na atualização dos cursos. Isso é particularmente importante para lidar com os 200.000 relatórios de erros que recebemos dos alunos todos os dias. Com o uso da tecnologia, identificamos quais deles têm maior probabilidade de serem traduções que precisamos adicionar a um curso. Essa é uma ótima forma de aproveitar ao máximo o conhecimento humano (ensino e linguagem) com o auxílio de um dos pontos fortes da tecnologia (processar quantidades enormes de dados).

Você pode saber mais sobre esse processo e como os nossos especialistas trabalham com a inteligência artificial aqui!

Por que tem frases tão estranhas no Duolingo?

Você sabia que todas as nossas frases são escritas por pessoas de carne e osso? Então por que às vezes elas são meio doidas? A primeira razão é: por que não? O próprio Duo é conhecido por ter uns parafusos a menos, e esse jeito de ser também aparece nos nossos cursos. As pessoas que criam o conteúdo são falantes reais dos idiomas, então a peculiaridade de cada curso representa o senso de humor dos seus criadores. Além disso, frases doidinhas podem ajudar a fixar o conteúdo na memória, porque a surpresa faz você prestar mais atenção.

Quando vai ter o idioma que eu quero estudar no Duolingo?

Durante anos, alguns cursos do Duolingo eram feitos e mantidos por voluntários, o que nos permitiu aumentar o leque de cursos e incluir muitos idiomas que não teríamos conseguido oferecer de outra forma. À medida que crescemos e mudamos, também mudou o nosso sistema de criação de cursos! Hoje eles são criados por profissionais pagos que trabalham com as nossas equipes de desenvolvimento de currículo. Com isso, os profissionais trabalham com uma carga horária mais previsível e maior proximidade dos nossos especialistas em ensino, recebendo desde uma integração abrangente até oficinas de linguística. Esse sistema aperfeiçoado nos leva a passar mais tempo avaliando minuciosamente quais cursos criar e quando, além de quais tipos de recursos são necessários em termos de colaboração com especialistas em ensino e idiomas.

No curto prazo, isso significa que nos últimos tempos não criamos tantos cursos quanto algumas pessoas podem lembrar que foram criados anos atrás! Estamos investindo mais em montar e avaliar equipes de primeira linha para novos idiomas e em criar mais conteúdo e ferramentas de aprendizado para os nossos cursos atuais. Pode ser que isso frustre quem está esperando para aprender um dos milhares de idiomas que o Duolingo ainda não ensina (sabia que atualmente existem mais de 7.000 línguas no mundo?). Porém nós oferecemos mais de 100 cursos em mais de 40 idiomas, e a decisão de focar e priorizar significa que estamos melhorando e expandindo o que já temos.

Por que o Duolingo ensina idiomas inventados?

As pessoas estudam línguas artificiais por muitas razões. Muitas vezes elas estão associadas a fandoms e franquias de livros e filmes, e estudar o idioma fictício é uma forma de as pessoas se conectarem umas com as outras e com o lore daquele universo. Já outras línguas artificiais, como o esperanto, foram criadas por razões sociais e linguísticas. Os esperantistas, pessoas que estudam esperanto, são alguns dos estudiosos de línguas artificiais mais ativos e apaixonados, chegando até a criar os filhos falando o idioma.

O Duolingo ensina três línguas artificiais: o esperanto, o alto valiriano de A Guerra dos Tronos e o klingon de Jornada nas Estrelas (esses dois últimos tendo o inglês como idioma de base). Por quê? Principalmente por uma razão: porque as pessoas querem estudar esses idiomas! E eles não precisam estar alinhados ao padrão de proficiência usado pelo Duolingo, o CEFR, então não precisamos investir ainda mais recursos de aprendizado e ensino na criação deles. Além disso, quando o próprio criador da língua participa do desenvolvimento do curso, o Duolingo não precisa avaliar e garantir a proficiência dele no idioma!

Os cursos e campanhas de línguas artificiais utilizam uma pequena parte dos recursos de marketing e parcerias do Duolingo porque trazem uma maior gama de pessoas para o aplicativo, o que cria mais interesse nos idiomas naturais que oferecemos e gera a oportunidade de conseguirmos mais assinantes. Isso é muito importante para a nossa empresa, pois um maior número de pessoas, e consequentemente de assinantes, ajuda a apoiar a nossa missão de disponibilizar (e manter) todos os nossos cursos de forma gratuita para todo mundo.

Falando nisso… O Duolingo é gratuito?

Vemos muito essa dúvida por aí, e a resposta é sim. O Duolingo é uma plataforma de aprendizado gratuita, e todos os idiomas e lições são completamente grátis! Não importa o quanto você estude com a gente, seja uma língua ou dezenas delas, todo o conteúdo dos nossos cursos é gratuito, desde a primeira lição até a cobiçada coruja dourada no final. Temos, sim, uma versão premium chamada Super Duolingo, com vantagens como vidas ilimitadas e nenhum anúncio para que você possa avançar nas lições mais rápido. No entanto, as ferramentas de aprendizado e a educação que você recebe na versão grátis são tão eficazes – e divertidas! – quanto na assinatura.